Esta página necessita de Javascript
Deficientes das Forças Armadas
Deficientes das Forças Armadas
Início . Deficientes das Forças Armadas
Plano de ação para apoio aos deficientes militares (PADM)

OBJETIVO

O PADM tem por objetivos promover a saúde, a qualidade de vida, a autonomia e o envelhecimento bem-sucedido dos deficientes militares, particularmente dos grandes deficientes, prevenindo a dependência, a precariedade, o isolamento e a exclusão.


ÁREAS DE INTERVENÇÃO


As áreas estratégicas de intervenção são consideradas as seguintes:

- Funcionalidade e bem-estar físico

- Bem-estar psicossocial

- Apoio em situações de reduzida autonomia ou de dependência

 

ORGANISMOS E ENTIDADES PARCEIRAS

Para a execução do Plano de Ação para Apoio aos Deficientes Militares, está formada uma rede de apoio, formada por um conjunto de entidades parceiras:

- Direção-geral de Recursos da Defesa Nacional

- Hospital das Forças Armadas (Pólo de Lisboa e Pólo do Porto)

- Ramos das Forças Armadas

- Instituto de Ação Social das Forças Armadas

- Centro de Reabilitação Profissional de Gaia

- Associação dos Deficientes das Forças Armadas

- Cruz Vermelha Portuguesa


MODELO DE INTERVENÇÃO

- Prestação de serviços face-a-face: produtos de apoio, saúde, apoio psicossocial e apoio nas situações de dependência

- Serviços à distância: aconselhamento, orientação e encaminhamento dos problemas. c. Artriculação com as estruturas de apoio específicas e outras da comunidade

- Seguimento das situações numa abordagem de gestão de casos, assegurando uma monitorização das situações, de acordo com os perfis de risco

DOCUMENTOS:

Portaria 1034 de 2019

Apoios de Reabilitação e Assistência aos Deficientes Militares

Plano de ação para apoio aos deficientes militares

Logo FAPCOPYRIGHT © FAP - DCSI - WEBTEAM 2012-2019Símbolo de Acessibilidade na Web